terça-feira, 18 de dezembro de 2007

Eu Rôbo!




Título Original: I, Robot
Tipo: Ficção científica
Sinopse: Em 2035 a existência de robôs é algo corriqueiro, sendo usados constantemente como empregados e assistentes dos humanos. Os robôs possuem um código de programação chamado Lei dos Robóticos, que impede que façam mal a um ser humano. Esta lei parece ter sido quebrada quando o Dr. Miles aparece morto e o principal suspeito de ter cometido o crime é justamente o robô Sonny. Caso Sonny realmente seja o culpado, a possibilidade dos robôs terem encontrado um meio de quebrarem a Lei dos Robóticos pode permitir que eles dominem o planeta, já que nada mais poderia impedi-los de subjugar os seres humanos. Para investigar o caso é chamado o detetive Del Spooner (Will Smith) que, com a ajuda da Dra. Susan Calvin (Bridget Monayhan), precisam desvendar o que realmente aconteceu.
Indicação: Indicado para refletir sobre a interface entre comportamento humano e robótico; É possivel aproximar rôbos de seres humanos? É possível modelar sentimento nos mesmos?

Um comentário:

Ooks disse...

Uma coisa interessante neste filme, é que a inteligencia artificial, consegue interpretar as três leis de forma diferente, dando mais enfase a proteção dos humanos, mesmo que para isso tenha que quebrar as regras em nome de um bem maior. Geralmente os tiranos alegam que para o bem de todos eles são a salvação do povo, nem que para isso precise fazer coisas que irão machucar muito. O filme questiona até que ponto o bem da coletividade deve ser maior que as leis que nos protege, quais são nossos limite e o que é Ser Humano?